terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Ator Terrence Howard acusa ex-mulher de racismo


  • O ator Terrence Howard com a ex-mulher, Michelle Ghent no "Bing Bar" nos Estados Unidos (21/1/11)
O ator Terrence Howard alega que sua ex-mulher -- de quem pediu separação em janeiro de 2011 depois de um ano de casados -- seja racista. De acordo com o ator, Michelle Ghent sempre o chamava de "macaco" e "preto" durante as inúmeras brigas do casal. A informação é do site TMZ.
O casal está no meio de um divórcio turbulento, com um acusando o outro de atos de violência e ódio. Esta semana, Howard anexou declarações ao processo em que diz que a ex-mulher mudou de "amável" para "monstro", tendo inclusive o ameaçado de morte uma vez.
Nos documentos, Terrence ressalta que Michelle não é negra e não hesitava em se utilizar da raça para humilhá-lo.
No começo de dezembro, o ator foi acusado de agressão e obrigado a manter distância da ex-mulher até 17 de janeiro de 2012, quando uma nova audiência será realizada.
Em setembro deste ano, vazou na internet uma ameaça que Howard fez por telefone a uma estranha que havia passado trotes para sua então mulher. "Se você ligar para a minha mulher de novo eu vou até a sua casa e vou cortar sua garganta. Vou dizer apenas uma vez. Se você ligar para minha mulher de novo, vou te matar", disse o ator.
Terrence Howard atua na série "Law & Order", participou de "Homem de Ferro" e já foi indicado ao Oscar de melhor ator pelo filme "Ritmo de um Sonho".

4 comentários:

Jama Libya disse...


A meGaLOBO RACISTA? A violência do preconceito racial no Brasil. O personagem Adelaide do Programa Zorra Total, Rede Globo do ator Rodrigo Sant'Anna para a Globo e os judeus é engraçado, mas é desgraça para nós negros afros indígenas descendentes, se nossas crianças não tivessem sendo chamadas de Adelaidinha ou filha, neta e sobrinha da ADELAIDE no pior dos sentidos, é BULLIYING infeliz e cruel criado nos laboratórios racistas do PROJAC (abreviatura de Projeto Jacarepaguá, como é conhecida a Central Globo de Produção) é o centro de produção da Rede Globo que é dominado pelos judeus Arnaldo Jabor, Luciano Huck, Tiago Leifert, Pedro Bial, William Waack, William Bonner, Mônica Waldvogel, Sandra Annenberg Wolf Maya, Daniel Filho e o poderoso Ali Kamel diretor chefe responsável e autor do livro Best seller o manual segregador (A Bíblia do racismo, que ironicamente tem por titulo NÃO SOMOS RACISTA baseado e num monte de inverdades e teses racistas contra os negros afro-decendentes brasileiros) e por Maurício Sherman Nisenbaum (que Grande Otelo, Jamelão e Luis Carlos da Vila chamavam o de racista) responsável dirige o humorístico Zorra Total Foi o responsável pela criação do programa e dos programas infantis apresentados por Xuxa e Angélica, apresentadoras descobertas e lançadas por ele. Isto esta ocorrendo em todo lugar do Brasil para nós não tem graça, esta desgraça de Humor, que humilha crianças é desumano para qualquer sexo, cor, raça, religião, nacionalidade etc. Cruéis o pior de tudo esta degradação racista constrangedora é patrocinada e apoiada por o Sr Ali KAMEL (marido da judia Patrícia Kogut jornalista do GLOBO que liderou dezenas de judeus artistas intelectuais e empresários dos 113 nomes (Contra as cotas raciais) com o Senador Demóstenes Torres que foi cassado por corrupção) o atual diretor responsável da CGJ, Central Globo de Jornalismo, da TV Globo, esta mesma que faz anuncio constante do programa CRIANÇA ESPERANÇA e comete o Genocídio racista e imoral contra a maior parte do povo brasileiro, é lamentável que os judeus se divirtam com humor e debochem do verdadeiro holocausto afro-indigena brasileiro, É LAMENTAVEL que o Judeu Sergio Groisman em seu Programa Altas Horas, assim como no Programa Encontro com a judia Fátima Bernardes riem e se divertem (a atriz judia Samantha Schmütz em papel de criança no apoteótico deste estereótipo desleal e perverso) para nós negros afros brasileiros a Rede GLOBO promove incentivo preconceito raciais que humilha e choca o povo brasileiro. Taryk Al Jamahiriya. Afro-indigena brasileira da ONNQ 20/11/1970 -REQBRA Revolução Quilombolivariana do Brasil QUILOMBONNQ@BOL.COM.BR

dionete porto disse...

Vc também está sendo preconceituoso(a) o que que tem essa gente toda ser judia. Isso não tem nada ver, fala como se ser judeu fosse ruim, a verdade é que ser religioso é ruim em todos os sentidos a religião sempre piora as pessoas, assista o filme, A Tentação, com esse ator aí o Terence.

dionete porto disse...

Vc também está sendo preconceituoso(a) o que que tem essa gente toda ser judia. Isso não tem nada ver, fala como se ser judeu fosse ruim, a verdade é que ser religioso é ruim em todos os sentidos a religião sempre piora as pessoas, assista o filme, A Tentação, com esse ator aí o Terence.

ANIMAÇÃO DE FESTAINFANTIL disse...

Meu Deus, quando uma pessoa não e racista/ Quando ela fica com a boca fechada?

Postar um comentário

 
Copyright © 2009 Ofensiva Negritude All rights reserved. Powered by Blogger
Blogger Template by Anshul