quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Kwanzaa

O Kwanzaa é uma celebração afro–americana que tem início no dia 26 de Dezembro e fim em 1 de Janeiro de cada ano. Palavra africana derivada da frase kiswahili "matunda ya kwanza". Na África tradicional Kwanzaa representa as primeiras colheitas; na América do Norte e Caribe os participantes dessa festa são afrodescendentes.



 O Kwanzaa envolve a reflexão sobre sete princípios básicos: a valorização da comunidade, das crianças e da Vida. Esta celebração está a espalhar–se lentamente pelos Estados Unidos, Canadá, Inglaterra e Caribe e já se podem enviar postais a desejar “Feliz Kwanzaa”. Esta palavra significa "o primeiro, no início" ou, ainda, "os primeiros frutos", e pertence a tradições muito antigas das celebrações das colheitas na África. E foi ela a escolhida para representar esta celebração inventada por um homem, há 34 anos. Maulana Karenga é um professor e activista negro, actual director do Departamento de Estudos Negros da Universidade da Califórnia.

 Prof. Dr. Maulana Karenga

Toda a celebração e os rituais da Kwanzaa foram concebidos após as famosas e terríveis revoltas de Watts, em 1966. Ele buscou em remotas tradições africanas valores que fossem cultivados pelos negros americanos naqueles terríveis dias de lutas pelos direitos civis, de assassinatos de seus principais líderes e que, não sendo religiosos, pudessem atrair - como atraíram - todas as igrejas de todas as comunidades negras em todo o país e, no futuro, pelo mundo fora. Karenga organizou a Kwanzaa em torno de 5 actividades fundamentais, comuns às celebrações africanas da colheita das primeiras frutas:
  • a reunião da família, de amigos, e da comunidade
  • a reverência ao criador e à criação, destacadamente a acção de graças e a reafirmação dos compromissos de respeitar o ambiente e "curar" o mundo
  • a comemoração do passado honrando os antepassados, pelo aprendizado de suas lições e seguindo os exemplos das realizações da história
  • a renovação dos compromissos com os ideais culturais mais altos da comunidade como a verdade, justiça, respeito às pessoas e à natureza, o cuidado com os vulneráveis e respeito aos anciões
  • a celebração do "Bem da Vida" que é um conjunto de luta, realização, família, comunidade e cultura.



Karenga, diz que, "a Kwanzaa é celebrada através de rituais, diálogos, narrativas, poesia, dança, canto, batucada e outras festividades". Estas actividades devem demonstrar os sete princípios, Nguzo Saba em suaíli:
  • umoja (unidade)
  • kujichagulia (autodeterminação)
  • ujima (trabalho coletivo e responsabilidade)
  • ujamaa (economia cooperativa)
  • nia (propósito)
  • kuumba (criatividade)
  • imani (fé)
A cada dia uma vela de cor diferente deve ser acesa num altar onde são colocadas frutas frescas, uma espiga de milho por cada criança que houver na casa. Depois de acesa a vela, todos bebem de uma taça comum em reverência aos antepassados, e saúdam com a exclamação “Harambee”, que tanto significa "reúnam todas as coisas" como "vamos fazer juntos". A grande festa é a de 1 de janeiro, quando há muita comida, muita alegria e onde cada criança deve ganhar três presentes que devem ser modestos: um livro, um objecto simbólico e um brinquedo.

Fonte Wikipédia

 Para saber mais acesse Site Oficial do Kwanzaa  e o Site Oficial do Criador do Kwanzaa, ambos em inglês.

Vídeo daVila Sésamo (infelizmente sem legendas) que mostra a família de Tyler James Williams (o Chris, de Todo Mundo Odeia o Chris) celebrando o Kwanzaa.





Episódio da série Todo Mundo Odeia o Chris em que a fam´lia celebra o Kwanzaa. Na primeira parte há uma breve explicação sobre o caráter do feriado.




3 comentários:

Perola San disse...

Apesar que o que eu vou dizer não vem ao caso do tema,mas falando um pouquinho sobre a data que é celebrada pelos os povos africanos, que é bem legal vc ter abordado isto nesta postagem.
Bem...o seriado Cris ele é bem popular porque realmente aborda isso do prencoceito(muito colocado em quase todos os episodios) e o fato do Bulling ali presente.Eu realmente queria entender o que o roteirista quis ou quer passar .qual mensagem?
Seria um aviso?Ou mostrar a realidade que há ali,Ou zombar da raça negra?

Nahan dos Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kalou disse...

Perola, No último episódio da série o Chris pretende deixar o colégio, aí o Caruzo fala pra ele, "que ia deixar de bater nele pois ele batia pq o chris se esforçava para não ficar no lugar que os brancos querem que o negro fique e deixando a escola ele seria um fracassado" então nao teria mais motivo para o Caruzo bater nele. Resumindo no fundo o Caruzo tinha inveja do Chris.

Postar um comentário

 
Copyright © 2009 Ofensiva Negritude All rights reserved. Powered by Blogger
Blogger Template by Anshul